Open/Close Menu O nosso alvo é voltar ao " primeiro amor " ganhando almas para Cristo, obedecendo assim a grande comissão, deixada por Jesus em Mateus 28:19-20

Páscoa, um Memorial de Redenção

[ ÊXODO 12: 1-14 ]

A cada ano, quando a celebração da “Páscoa” é anunciada,  uma boa parte das pessoas apenas conseguem lembrar-se da figura do coelho e de seus ovos de chocolate tão propagados, e muitas vezes não dão a verdadeira importância à mensagem central da verdadeira “Páscoa”, cujo protagonista morreu na cruz, ressuscitou dentre os mortos e está Vivo, e mais perto do que se pode imaginar, de cada coração humano!

Imaginem o que a extraordinária notícia da ressurreição de Jesus repercutiu entre todos daquela época. Mesmo porque Jesus, após Sua ressurreição, apareceu para seus discípulos, comeu com eles, bem como apareceu também para mais quinhentas pessoas de uma só vez.

Após quarenta dias da sua ressurreição, Jesus subiu aos céus e conforme está registrado no livro de Romanos: “… É Cristo Jesus quem morreu, ou antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.”

A palavra “PÁSCOA”, no hebraico PÊSSACH, significa: saltar, pular, passar por cima. Os hebreus saltaram da escravidão para a liberdade; passaram da morte para a vida e foram chamados de povo de Deus, propriedade do Deus vivo!

Segundo o texto do Êxodo acima, o EGITO tipifica o mundo, o sistema mundial, que foi regido por Faraó, cuja figura representa na linguagem espiritual a pessoa de Satanás, com sua influência e poder opressor, que coloca ataduras e faz do homem pecador seu prisioneiro e escravo.

A figura que Deus usou para estabelecer a Páscoa foi a do cordeiro imolado, cujo sangue seria o sinal para a proteção contra a morte, referindo-Se ao sacrifício do “cordeiro santo”, Seu único Filho, Jesus Cristo, que seria enviado pelo Pai, como oferta perfeita, cujo sangue seria o sinal da aliança de Deus para com seu povo, para perdão dos nossos pecados.

“No dia seguinte, João viu Jesus aproximando-se e disse: “Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (João 1:29)

Por meio do sacrifício de Jesus na cruz do Calvário, com o Seu sangue derramado em nosso favor, o alto preço pago cancelou o escrito de dívida que era contra nós!

Aspergimos o sangue de Jesus através da confissão e nos apropriamos de seus benefícios que nos limpam, perdoam, redimem, justificam e nos santificam para Deus! Aleluia!

FELIZ PÁSCOA! CRISTO VIVE!


Assista ao vídeo dessa mensagem completa clicando aqui

Av Henry Ford, 1380, São Paulo | 11 3275-1006 © 2022 Igreja Porta da Paz | Todos os direitos reservados